Voltar no tempo é a algo que a gente sabe fazer bem quando o assunto é Automóvel. Nesta semana, dia 21, o Auto Show Collection levou ao sambódromo do Anhembi uma programação diferenciada reunindo automóveis e personagens da cultura pop destas duas décadas no mesmo evento. Os anos 1980 e 1990 foram marcados pela maturidade da indústria automotiva nacional, de veículos interessantes como a linha Gurgel e a maturidade de projetos como o Puma, mas também esportivos como Ventura, Farus, Miura e tantos outros como os icônicos carros da linha Lada como o jipe Niva e o Laika. Foi o momento de abertura econômica que permitiu a chegada de clássicos conhecidos em todo o mundo mas que eram raríssimos no Brasil como Mercedes-Bens, BMW, Audi, Volvo e Alfa Romeo.
No palco, carros antigos raros pelo estado de conservação, como o Tempra turbo, Gurgel Patrol, Santana CLi, Versailles Royale Ghia, Escort XR3 e o destaque da noite: Kadett GS 1989.
Cerca de 140 carros do tema da noite ficaram em frente ao palco em uma exposição bem diversa com sucesso das duas décadas: Mercedes-Benz 190E, Volvo 380, Gol 1983, Kombi Ambulância 1990 com carroceria Karmann Ghia, Santana 1985, Vectra 1997 e muitos outros.
As viaturas chegaram logo na abertura do evento. Caracterizadas como carros de polícia de Nova York, o grupo “NYPD” se apresenta em vários eventos. Eram 2 Ford Taurus caracterizados, um Ford Taurus representando os carros de policiais a paisana e um Ford Crown Victoria além de algumas motocicletas Harley Davidson.
O Clube do Gurgel também se destacou com toda a linha dos carros nacionais como o X12, BR12, o sedã XEF entre outros.
O KadettClube também esteve bem representando com todas as versões do hatch fabricado de 1989 a 1998 em modelos originais e customizados. No palco o Kadett GS 1989 com toda a vocação esportiva foi o destaque da Avant Première.
Também estiveram presentes os clubes Santana Fahrër e Versailles, mostrando os dois carros médios mais representativos da era Autolatina. O acordo que uniu as marcas Ford e Volkwagen no grupo denominado Autolatina, colaborava para renovação do portfólio de veículos cruzando a tecnologia existente na época. Assim, a Volkswagen cedia o motor AP 1.8 e 2.0 e a Ford emprestava o CHT 1.6 e uma versão 1.0 para equipar modelos híbridos como o Ford Verona e Versailles, o Volkswagen Apolo, Logus e Pointer e modelos interessantes como o Gol 1000 e Escort Hobby. Modelos como o Del Rey e a Pampa chegaram a usar motor AP e o Gol, na parceria que durou de 1985 a 1996.
No desfile, os carros mostraram a evolução da indústria automotiva desde o momento de crise dos anos 1980 aos modernos veículos importados dos anos 1990. Neste momento foram incluídos veículos de todas as marcas, onde os narradores contaram as particularidades de alguns modelos como a linha Mercedes Benz e Volvo, que eram referências em tecnologia e luxo para a época.
O evento contou ainda com atrações como DJ ao vivo, exposição de miniaturas da JR Fel na pista, mercado de peças e acessórios, área de compra e venda entre outras.
A próxima edição será a Noite do Fusca, dia 04 de junho, um dos grandes eventos do ano. Ao todo, a temporada 2019 terá 13 eventos, mas podem surgir ainda temas surpresa ao longo deste ano. Em julho teremos ainda a Maratona de Férias com cinco eventos, um por semana, reunindo clássicos do Auto Show como a Noite do Opala e Noite do Gol Quadrado.