Atualmente na sexta geração o Ford Mustang parece jovial com seus 55 anos de idade. Mesmo ameaçado por conta dos SUVs e pickups, o mercado norteamericano sempre teve muito espaço para modelos esportivos, especialmente os pony cars, esportivos mais acessíveis (por lá é claro).

O Mustang tem se mostrado competitivo com a força do nome criado no início dos anos 1960 em referência à raça equina e também aos aviões usados na II Guerra Mundial. Atualmente o lineup do Ford inclui desde o pequeno motor 2.3 litros Ecoboost passando pro GT V8 5.0 (mais vendido) até o 5.2 Supercharged Crank V8 do Shelby GT 500.

Vendas

Em 2019, dados do Car Sales Database, indicam que o Mustang vendeu pouco mais de 72 mil unidades nos Estados Unidos. O número foi superior ao do Dodge Challenger, que teve 60 mil unidades vendidas em um confortável segundo lugar. Entre os esportivos norteamericanos o Challenger tem projeto antigo mas agrada seu público com motores potentes e a velha fórmula do forte motor V8, acabamento despojado e bom custo benefício. A terceira posição ficou com o Camaro com 48 mil unidades, veículo que vem perdendo espaço após o facelift para o modelo 2018.