Nesta semana o Auto Show Collection recebeu a Noite dos Clássicos Chevrolet, um dos eventos mais marcantes da temporada que reuniu carros desde a década de 1930 a 2019, caso do Chevrolet Camaro exposto do evento e que pode ser visto de perto pelo público presente no evento.

No palco, a Avant Première contou com duas preciosidades da linha GM: um Chevrolet Master 1935 e um Chevette País Tropical 1973.

Chevrolet Master Deluxe 1935

Arlindo Miragaia contou a história do seu Chevrolet Master 1935, o carro mais antigo do evento, diante do público no evento. “Sempre procurei um carro desta época e soube que um conhecido colecionador estava disposto a vender um 1935”, contou. O carro então foi desmontado após a detecção de um ponto que tinha sido atacado por cupins. Por sorte era apenas um pedaço da estrutura, feita em madeira.

Assim, o carro foi restaurado por Miragaia seguindo os padrões originais. O Chevrolet Master usa motor seis cilindros “Straight Six” 3,0 litros de 80cv, adotado por inúmeros veículos da linha GM. A evolução desse motor foi usada no Opala brasileiro quando já estava na sua terceira geração.

O carro de Miragaia era um dos mais caros no portfólio da marca Chevrolet. A série Master e Master Deluxe tinha opcionais como rádio da linha Bosch e usava câmbio de três velocidades na coluna.

Também estava disponível como Chevrolet Standart em versão mais simples e Pontiac Deluxe, mais cara. A base do Master também serviu à primeira geração do modelo familiar Suburban.

Chevette País Tropical 1976

Outra estrela do evento foi o Chevette País Tropical, uma das séries mais raras do compacto fabricado no país de 1973 a 1994.

A versão fabricada apenas no ano de 1976 tinha duas cores: creme ou marrom metálico contrastando com rodas pintadas no tom inverso ao da carroceria, tinha rodas e pneus mais largos, retrovisores esportivos e interior monocromático marrom com bancos reclináveis. Vinha também com rádio AM/FM e dois auto falantes. Por fora tinha adesivos alusivos à versão. A produção era limitada e há poucos exemplares que sobrevieram ao tempo.

O Auto Show Collection organizou o evento em parceria com o Clube do Chevrolet, que é homologado pela própria montadora. Teve ainda a participação dos Clubes Irmãos Chevrolet que reúne novos clássicos da marca como o Kadett, Monza, Blazer, S10, Chevette e Opala.