Antes de falar sobre o lançamento do novo 600LT Spider, que aconteceu hoje (27) em São Paulo, vamos voltar um pouco mais de duas décadas para contar um pouco sobre a linhagem da família  Longtail (ou LT) da McLaren.

Com toda experiência da Fórmula 1 adquirida desde a fundação da equipe em 1966, a McLaren tem se destacado na produção de superesportivos. Quem pode apostar em exclusividade e quer ter a sensação de um F1 ao alcance da garagem tem bólidos como o 600LT e 720S aptos a andar pelas ruas.

A empresa comemora o bom momento no mercado brasileiro e amplia o portfólio com dois lançamentos:

 

600LT Spider

O esportivo 600LT Spider é o quarto na linhagem Longtail e chega ao Brasil equipado com motor V8 biturbo de 3.8 litros com 600cv de potência e 620Nm de torque máximo.

 

Toda essa potência leva o carro de 0 a 100km/h em apenas 2,9 segundos. Os preços partem de R$ 3,25 milhões.

O primeiro carro da linhagem LT foi o McLaren F1 GTR “Longtail”. O esportivo foi um dos mais verdadeiros carros de corrida já fabricado na história automobilística.

O 675LT, segundo da linhagem ressuscitou o nome reverenciado, criando a mais real combinação do prazer de dirigir com a esportividade de um McLaren. O terceiro da linhagem chegou batizada (também) de 600LT, a diferença fica por conta da capota do veículo.

 

 

720S Spider

Outra novidade também apresentada hoje é o esportivo 720S, equipado com faróis e lanternas em Full-LED, acessórios em fibra de carbono e pneu de perfil baixo, que leva ainda mais esportividade ao condutor do veículo.

 


Sob o capô encontramos um motor V8 biturbo de 4.0 litros com 720cv e 740Nm de torque máximo.

“Esse é um carro histórico pra nós da McLaren. A linha LT conta uma história de sucesso da marca” comenta Bruno Bonifácio, General Menager da marca.