Segundo a agência de notícias Reuters, a Ford está mudando sua estratégia e deixará de fabricar o sedã Fusion no México no final de 2020. A decisão já era prevista graças ao novo posicionamento global da marca que deve focar na produção de Pickups e SUVs. Este foi o terceiro anúncio de encerramento de um modelo da linha Ford em 2019.

Com o fim da operação mexicana, o Ford Fusion passará a ser fabricado apenas na planta da montadora de Valência na Espanha, onde atualmente já possui uma linha de produção e é comercializado como Mondeo que atende toda Europa.

“Nosso objetivo no último ano de produção é simplificar mais a oferta e focar na maximização dos modelos SE, SEL e Titanium, os mais populares”, disse Jiyan Cadiz, porta-voz da empresa, por meio de nota.

O fim dos hatches e sedãs já vinham sendo abordados após a montadora deixar claro que seus investimentos serão direcionados aos SUVs, crossovers e picapes. Exceções são feitas a mercados como o Brasil, que mesmo perdendo o Fiesta e o Focus, continuará vendendo o Ka, atual vice-líder do mercado nacional.

A empresa tem trabalhado a ideia de transferir sua produção para Chongqing na China, onde a Changan-Ford possui uma grande planta de produção, atendendo então o mercado que hoje é suportado pelo México.

Por: Guilherme Magna