Depois de passar por sua primeira reestilização, no final do ano passado, a Honda apresentou essa semana a nova HR-V Touring, com motor 1.5 turbo, o mesmo que equipa o Honda Civic da mesma versão. O carro chega às concessionárias no próximo mês, com o preço de R$ 139.9 mil, diferença notável de valor em relação ao motor aspirado já conhecido.

Na versão Touring o carro é equipado com teto solar panorâmico, faróis full-LED, câmera no retrovisor direito, sistema de vetorização de torque, entre outros itens que torna o carro um esportivo de raiz.

De série o modelo chega equipado com ar-condicionado digital, freio de estacionamento com acionamento eletrônico e função brake hold, controle de cruzeiro e faróis de neblina, bem como vidros elétricos com um toque para subida/descida e destravamento do porta-malas por controle. Ainda fazem parte dos itens de série controle de tração e estabilidade (VSA), assistente de partida em rampa (HSA) e luzes de frenagem de emergência (ESS). Os airbags laterais e paddle-shift também estão presentes no modelo.

O SUV recebeu motor 1.5 turbo de 173cv e 22,4kgfm. Atualmente as outras três versões (LX, EX e EXL) são comercializadas com motor 1.8 aspirado de 140cv e 17,4kgfm. Ou seja, a nova versão recebeu um motor mais econômico e potente. O câmbio é o mesmo em qualquer versão, automático do tipo CVT. Porém, na versão Touring, a Honda preparou uma caixa de câmbio maior para suportar mais torque, assim como acontece com o Honda Civic e também com o SUV médio CR-V.

O Honda HR-V Touring também foi equipado com uma nova barra estabilizadora, agora 1mm maior e suspensão novamente recalibrada, ficando ainda mais rígida por conta da proposta de esportividade. O objetivo da montadora é transmitir ao condutor uma sensação maior de estabilidade ao volante, além de proporcionar mais conforto na direção como um todo.

Nossa reportagem ainda não teve a oportunidade de testar o modelo. Oportunamente publicaremos aqui quais são as impressões ao dirigir a nova Honda HR-V Touring.
Guilherme Magna