A Chevrolet tem lugar cativo no segmento dos SUVs compactos com a linha Tracker, e oferece há bem pouco tempo, a versão Midnight que traz interessante pacote de itens de série mantenho as boas qualidades do motor turbo emprestado do Cruze. Entre os utilitários esportivos de menor porte, ela rivaliza diretamente com o Citroen C4 Cactus THP e com o estreante Volkswagen T-Cross, todos turbinados.

O visual é elegante com destaque para o logotipo preto da GM, abrindo mão da tradição dourada, inovação que chegou ano passado com a S10 Midnight. Com rodas aro 18 na cor preta combinando com a única cor disponível, preto Ouro Negro, traz poucos cromados e internamente a mesma sobriedade das versões LT e Premier.

 

O motor 1.4 turbo flex rende 153cv e até 24,5kgfm de torque a 2.000rpm, quando abastecido com etanol e traz tecnologia de injeção direta, com entrega suficiente de torque com consumo médio de 10,6km/l com gasolina e 7,3km/l com etanol segundo o Inmetro. Durante o nosso teste chegou a 10km/litro somente com o derivado de petróleo.

O preço de R$ 103 mil na versão única está acima dos concorrentes mas a GM entrega um pacote bem completo de itens de série. A versão conta com controle de estabilidade e tração, alerta de fluxo cruzado na traseira,  faróis dianteiros tipo projetor, luz de posição em LED e assistente de partida em rampas. Em termos de conforto traz bancos em couro e como entretenimento tem a multimídia MyLink com Apple Car play, Android Auto, Audio Streaming e Bluetooth, câmera de ré, sistema Easy Entry, volante em couro, teto solar elétrico, partida por botão, porta-objetos embaixo do banco do passageiro, descansa-braço para o motorista, descansa-braço traseiro com dois porta-copos, entre outros. Fica devendo, pelo preço, uma câmera com qualidade melhor para facilitar as manobras, um console central para guardar objetos como carteiras e celular além de ao menos uma entrada USB a mais.

A Tracker tem como ponto forte o desempenho do seu motor e como ponto fraco o espaço reduzido para as pernas e cabeça dos passageiros que viajam atrás e do porta malas de 306 litros. Feito para quem gosta de ter o carro sempre à mão, tem direção muito precisa e boa absorção de solavancos com conforto a bordo. No mar de SUVs compactos, quem prefere uma motorização mais moderna tem três opções reduzindo bastante o leque. Olhando com atenção para os concorrentes turbinados T-Cross e C4 Cactus, o Chevrolet traz mais itens de conforto e entretenimento além de segurança com controle de estabilidade e tração de série.

No site do AutoShow há milhares de ofertas da linha Chevrolet, inclusive da Tracker e de SUVs das principais marcas do mercado.

por Marcos Camargo