6 cuidados essenciais para conservar carros antigos

Se você é aficionado por carros antigos e é proprietário de um deles, deve fazer questão de ver sua relíquia sempre brilhando e “com tudo em cima”, não é mesmo? Pois é, não basta ter um carro lendário, como o simpático Fusca, o Opala ou um Maverick e deixá-lo lá, guardado na garagem — sua manutenção é fundamental.

Sendo assim, para ajudar quem deseja manter sua paixão sempre em excelente estado, algumas dicas de manutenção são importantes e devem ser seguidas! Acompanhe e veja quais são elas!


1. Preservar a pintura

O estado da pintura é o que mais impacta a quem ama automóveis antigos, e quando ela é reluzente e brilhante, eles se tornam ainda mais encantadores. Sendo assim, para mantê-los com a pintura como se fosse nova, alguns cuidados precisam ser tomados.

A primeira coisa a ser feita para manter a pintura do carro é encerá-lo com regularidade, pois a cera preserva a tinta de vários agressores externos. Uma outra dica seria o uso de capas protetoras de boa qualidade, que evitarão que ele pegue poeira em excesso.

Manter o veículo sempre em local coberto, longe dos raios solares, também é uma forma de protegê-lo. Por fim, lavá-lo sempre que houver necessidade com produtos adequados, como sabão neutro, buchas especiais e flanela de microfibra.

2. Manter o motor sempre funcionando

Se você quer dar voltas com seu velho amigo por muito tempo, não descuide do lubrificante. Ele tem importância primordial na manutenção e durabilidade do motor.

Sendo assim, evite manter o carro parado por muito tempo, visto que óleo estagnado perde suas funções lubrificantes. O motor deve ser acionado pelo menos 20 minutos a cada semana. Isso evitará que o óleo escoe dos pontos mais altos desse sistema e prejudique o seu funcionamento.

3. Calibrar os pneus dos carros antigos e mantê-los em bom estado

A calibragem dos pneus deve ser feita com frequência, pois quando estão murchos podem deformar a cinta de metal interna. Em carros pouco usados, prestar atenção à data de validade desses itens é fundamental, já que quando ressecados ficam mais suscetíveis a problemas.

Outro cuidado muito importante em relação aos pneus é a verificação da marcação que existe entre as fissuras (TWI), que indicam o momento certo da troca, independente da data de validade desses itens.

4. Trocar as palhetas do para-brisa

Por falta de uso, as palhetas tendem a se ressecar, visto que ninguém sai com seu carango antigo em dias de chuva, certo? Então, esse é um dos cuidados, trocar as palhetas e sempre preencher o reservatório — o que evitará riscos no vidro do carro.

5. Cuidar da bateria

bateria vai descarregando aos poucos, mesmo com o carro parado. Isso ocorre devido a alguns acessórios elétricos do carro que dependem dela para funcionar, como alarmes, relógios, painel, entre outros. Para casos em que o carro não é usado por mais de duas semanas, desligue os cabos da bateria. Essa medida vai preservá-la por muito tempo.

6. Conservar o interior do veículo

Manter os veículos antigos bem conservados por dentro depende de alguns cuidados. O primeiro deles seria evitar “fazer refeições” dentro do carro, uma vez que podem ocorrer acidentes. A manutenção dos bancos é razoavelmente simples: se eles forem de couro, basta passar vaselina ou um hidratante específico para bancos de couro — dessa forma, conservam-se por muito tempo, evitando o ressecamento.

Um outro cuidado seria fazer uma limpeza interna em locais especializados que executam esse tipo de trabalho. Além de higienizarem o veículo, deixam o carro bem cheiroso.

E você, conhece o Autoshow Collection, o maior evento de carros antigos do Brasil? Visite nosso site e saiba mais!

Gostou deste post sobre como conservar carros antigos? Quer ficar por dentro de outros temas interessantes como este? Siga, então, nossas páginas nas redes sociais e acompanhe nossas atualizações. Estamos no Facebook, no Google + e no Instagram!

Post a comment